Notícias

MV Bill vai mediar diálogo sobre projetos e ativações criativas desenvolvidas nas favelas

Encontro vai acontecer em julho, na GLOCAL Experience, na Marina da Glória.
Compartilhe:

Projetos e ativações criativas desenvolvidas em favelas serão debatidas no GLOCAL Experience, na Marina da Glória. O evento, que acontece entre os dias 9 e 17 de julho, tem como base de sua agenda as ações indicadas pela ONU na Agenda 2030 para promover um crescimento sustentável global. Para atingir essas metas, são necessárias mudanças profundas e definitivas, envolvendo a participação ativa e o compromisso de diversos setores, incluindo governos, iniciativa privada, Academia, instituições e a sociedade em geral.

A programação terá espaço de discussão, reflexão e troca de ideias que levarão ao desenvolvimento de ações práticas na busca de um mundo mais sustentável e igualitário. Na pauta das rodas de diálogos está “Outras imagens da cidade”, quando o rapper, escritor e ativista social MV Bill vai mediar o encontro de Rafaela Pinah, pesquisadora de tendências e diretora criativa e fundadora da Coolhunter Favela, com a equipe da Silva, agência de modelos e produtora de moda criada na periferia.

“A GLOCAL joga luz sobre projetos importantes e inovadores que às vezes são subestimados. Iniciativas que podem parecer locais, mas que são de grande impacto se há um olhar mais coletivo sobre elas”, afirma MV Bill, que dedicou 20 anos à Central Única das Favelas (Cufa) e espera mais ação dos governos na direção da Agenda da ONU. “A GLOCAL é uma forma de pressionar e chamar a atenção do poder político para as pessoas interessadas num mundo sem desigualdades. É uma oportunidade para ouvir e aprender”.

A agenda foi definida para promover escuta e diálogo radicalmente horizontalizados. A GLOCAL experience continuará suas atividades ao longo dos próximos anos, atuando como um laboratório social de transformação e melhores práticas a serem disseminadas.

“A principal diferença da GLOCAL experience é que esse é um projeto perene, de longo prazo, que será realizado, no mínimo, até dezembro de 2030”, explica Rodrigo Cordeiro, diretor-geral do evento. “Além do lado objetivo, da informação e do debate, queremos e precisamos estimular em todas as pessoas algumas reflexões: O que posso mudar na minha vida para contribuir com o planeta? Qual é o meu papel na construção do mundo que desejo viver? O que posso fazer hoje? Como posso influenciar os meus pares?”.

A direção de conteúdo da GLOCAL experience é da ANDARA, empresa de Denise Chaer, empreendedora criativa especializada em ações que geram impacto positivo na sociedade. A moderação da escuta social ficará a cargo da REOS Partners, organização internacional com mais de 30 anos de atuação na solução de questões urgentes da sociedade. A empresa é comandada por Adam Kahane, conhecido por seu papel decisivo nas negociações do Apartheid, na África do Sul. A produção geral é assinada pela Dream Factory.

Formato – A GLOCAL experience terá dois eixos principais em julho: a Expo e a Conferência. A Expo será um hub de conteúdos e experiências conectados através do pilar da sustentabilidade. Terá área de exposição, interações, debates, intervenções artísticas, atividades imersivas, oficinas e espaço para gastronomia sustentável. A Conferência, entre os dias 13 e 16 de julho, terá participantes nacionais e internacionais debatendo soluções e iniciativas bem sucedidas e as novas propostas que surgirem durante a agenda.

Fonte: RapMais

Patrocínio master:
Patrocínio:
Apoio:
Parceiro de mídia:
APOIO INSTITUCIONAL:
PARCEIRO INSTITUCIONAL:
Conteúdo e curadoria:
Moderação dos Labs:
Parceiros:
Realização:
Correalização:
logo_w

9 a 17 de julho
Marina da Glória, RJ

Um experimento para imaginar futuros

Fique ligado!

Quer receber novidades sobre a programação, notícias relacionadas e conteúdo sobre sua sustentabilidade? Cadastre-se abaixo: